Páginas

domingo, 11 de junho de 2017

GRILAGEM PODEROSA DE TERRAS PÚBLICAS E PARTICULARES SOB AS BENÇÃOS DO ESTADO

 A PF paraense já está atuando no escandaloso caso
Quando se pensa que o Pará evoluiu no combate à grilagem de terras, fechando o cadeado das fraudes em cartórios  - como no caso dos "fantasmas" Carlos Medeiros, Jovelino Batista, e outras almas penadas  do universo fundiário -, a realidade aparece, nua e crua, provando que pouca coisa mudou.

As fraudes, na verdade, continuam a todo vapor. E, no caso que o Ver-o-Fato vai abordar numa série de matérias, desta vez com as bençãos do próprio Estado, que deveria zelar por seu patrimônio fundiário, mas não o faz.

E no topo dessa grilagem está uma grande empresa, que é a menina dos olhos do governador Simão Jatene, e uma das principais financiadoras de suas campanhas eleitorais e de outros candidatos tucanos: a Agropalma.

Se as terras griladas entre o Acará e Tailândia pudessem falar - como, aliás, falarão na série de matérias que o Ver-o-Fato irá publicar -, elas gritariam uma única palavra: basta.

O Tribunal de Justiça, caso deixe de lado a tendência quase compulsiva de se dobrar à influência política de caciques partidários ou ao compadrio de poderosos escritórios de advocacia, dispõe da ferramenta necessária para fazer cumprir a lei. Doa a quem doer.

Se não o fizer, a história será implacável na cobrança.  

Por enquanto, já existe inquérito aberto na Polícia Federal, ação civil pública do Ministério Público do Estado, decisão judicial transitada em julgado que não é cumprida, até procedimento apurado pelo Ministério Público Federal (MPF).

Há grilagem em cima de grilagem, prevaricação, "cartório fantasma", laudo contestado, documentos falsos, apropriação de terras públicas e particulares. Enfim, uma multidão de ilegalidades. E, para variar, interesses poderosíssimos em jogo.

Quando o Ver-o-Fato proclama que o Pará precisa urgentemente de uma Operação Lava-Jato, não está sendo retórico ou sensacionalista. Tudo o que dizemos é baseado em fatos.

E fatos são fatos.

Ou não são?
Fonte : Blog Ver o Fato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o site Talento Noticias não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!