Páginas

segunda-feira, 17 de abril de 2017

HELDER BARBALHO EXAGEROU EM PEDIDO DE CAIXA 2, AFIRMA DELATOR DA ODEBRECHT

O MINISTRO E O SENADOR PAULO ROCHA, DO PT SÃO ALVOS DE INQUÉRITOS NO STF; HELDER NEGA O CAIXA 2


Helder Barbalho exagerou em pedido de caixa 2, afirma delator da Odebrecht

A Odebrecht cogitou não dar nada ao então candidato do PMDB ao governo do Pará, Helder Barbalho [foto], depois de ele ter solicitado R$ 30 milhões para a sua campanha em 2014, disse em delação premiada o executivo da empresa Mário Amaro da Silveira. A informação  é do jornal O Estado de S. Paulo.
No final das contas, a campanha do peemedebista teria recebido R$ 1,5 milhão via caixa 2. 

Silveira ocupou o cargo de diretor-superintendente da Odebrecht Ambiental no Pará, tendo concentrado suas atividades em uma empresa adquirida pela empreiteira, a Saneatins, que na época tinha a concessão do serviço de saneamento de cinco municípios paraenses.
Apelidado de “Cavanhaque”, Barbalho é um dos oito ministros do presidente Michel Temer que são alvos de inquéritos instaurados pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), com base nas delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o site Talento Noticias não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!