Páginas

domingo, 22 de novembro de 2015

MP QUER CASSAR CONCESSÕES DE VÁRIOS POLÍTICOS

Iniciativa, que será conduzida pelas sedes regionais do Ministério Público, pode atingir políticos famosos, como os senadores Aécio Neves (PSDB-MG), Tasso Jereissati (PSDB-CE), Edison Lobão (PMDB-MA) e Jader Barbalho (PMDB-PA), assim como os deputados Sarney Filho (PMDB-MA) e Beto Mansur (PRB-SP); todos eles possuem cotas em emissoras de rádio ou televisão – o que é proibido por lei; ao todo, 32 deputados e oito senadores serão atingidos pela ofensiva

Uma reportagem dos jornalistas Ricardo Mendonça e Paula Reverbel informa que o Ministério Público pretende desencadear ações judiciais contra 32 deputados e oito senadores que são concessionários de emissoras de rádio ou televisão – o que é proibido por lei.

A ação pode atingir nomes de peso, tais como os senadores Aécio Neves (MG), presidente do PSDB, Edison Lobão (PMDB-MA), José Agripino Maia (DEM-RN), Fernando Collor de Mello (PTB-AL), Jader Barbalho (PMDB-PA) e Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Na Câmara, nomes citados são de parlamentares como Sarney Filho (PV-MA), Beto Mansur (PRB-SP), Elcione Barbalho (PMDB-PA), ex-mulher de Jader, Rodrigo de Castro (PSDB-MG) e Rubens Bueno (PR).

Todos eles aparecem como sócios de emissoras, nos registros do Ministério das Comunicações. Na ação, a Procuradoria pedirá suspensão das concessões e condenação que obrigue a União a licitar novamente o serviço e se abster de dar novas outorgas aos citados.

Por brasil 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o site Talento Noticias não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!