Páginas

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Único petista que votou contra MP critica 'ajuste só para trabalhador'

Weliton Prado (MG) diz que não está preocupado com possível punição.

PT 'fechou questão', o que, em tese, obrigaria deputados a votar a favor.


Do G1, em Brasília

O deputado federal Weliton Prado (PT-MG) (Foto: Nathalia Passarinho / G1)O deputado federal Weliton Prado (PT-MG) no plenário da Câmara nesta quinta (Foto: Nathalia Passarinho / G1)
Único deputado petista a registrar voto contrário à medida provisória que restringe o acesso ao seguro-desemprego, o deputado Weliton Prado (PT-MG) afirmou nesta quinta-feira (7) que agiu por “coerência” com a própria trajetória política e em “favor” dos trabalhadores (saiba como votou cada um dos deputados).
Pressionada pelo Palácio do Planalto e pelo PMDB, a bancada do PT, que estava dividida, decidiu, antes da votação, pelo "fechamento de questão" em defesa da MP 665, considerada pelo governo como necessária para o ajuste fiscal e o reequilíbrio das contas públicas.
Eu simplesmente segui minha trajetória. Tenho o compromisso de sempre votar em favor dos trabalhadores."
Deputado Weliton Prado (PT-MG)
Em tese, o fechamento de questão obrigaria os deputados da bancada a votar de acordo com a orientação do partido. Teoricamente, quem não obedecer, fica sujeito a punição.
Prado foi o único que votou contra, mas nove petistas não registraram voto. O texto-base da medida provisória foi aprovado nesta quarta (6) em votação apertada: 252 votos a favor e 227 contra.
“Eu simplesmente segui minha trajetória. Tenho o compromisso de sempre votar em favor dos trabalhadores”, disse Prado. O deputado de Minas Gerais também afirmou que, como medida de ajuste fiscal, o governo deveria  “taxar bancos”, em vez de “punir” os trabalhadores.
“Tem que fazer um ajuste que não puna os trabalhadores, puna os bancos, taxe os bancos. Pode até ter ajuste, mas não é certo fazer ajuste só para o trabalhador”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o site Talento Noticias não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!