Páginas

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Casal denunciado por estelionato vendia cursos universitários no interior de Santarém


ensino superiorMP (Ministério Público) do Pará em Santarém ofereceu denúncia criminal contra dois empresários que atuam na região com oferta irregular de cursos de graduação na forma de extensão universitária.
Djanira Lúcia dos Santos Braga e Francisco de Assis do Nascimento Costa usavam nomes de faculdades com sede em outras cidades do país para enganar os alunos. Foram denunciados pelos crimes de estelionato e contra relação de consumo.
A denúncia foi apresentada pelos promotores de justiça Tulio Chaves Novaes e Renilda Guimarães, com base em denúncias feitas ao Procon e no MP.
Os dois acusados usavam o nome das faculdades Favix, Sespa, Universidade Castelo Branco e Facibra, como sendo do “Grupo Continental Educacional”.
As faculdades informaram que não possuem curso de extensão universitária no Pará, e que ofertam somente cursos presenciais em outros Estados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o site Talento Noticias não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!