Páginas

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Crise política e nome do mercado na Fazenda marcam 100 primeiros dias do governo Dilma

Especialistas avaliam que cenário deve melhorar com Temer na articulação com o Congresso


Para cientistas políticos, próximos 100 dias do governo Dilma devem ser mais fáceisDivulgação/Presidência da República
O segundo mandato do governo Dilma completa 100 dias nesta sexta-feira (10) e a presidente deve ter um fôlego da crise política que enfrentou até agora. Essa é a avaliação de especialistas ouvidos peloR7, que acreditam que com o vice-presidente da República, Michel Temer, à frente da articulação com o Congresso, a relação entre o Executivo e o Legislativo deve melhorar.
Nos primeiros 100 dias do novo governo, a presidente Dilma Rousseff teve poucos motivos para comemorar. Ela viu sua popularidade cair e teve de lidar com protestos de manifestantes insatisfeitos com sua gestão e com o escândalo de corrupção na Petrobras, divulgado pela Operação Lava Jato.
De acordo com a pesquisa Datafolha, divulgada em março deste ano, somente 13% dos entrevistados consideram o governo ótimo ou bom, enquanto 62% avaliam a gestão como ruim ou péssima. Também em março, milhões de pessoas se reuniram em várias capitais do País protestando contra a corrupção e pedindo o impeachment da presidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o site Talento Noticias não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!