Páginas

terça-feira, 10 de março de 2015

REGALIAS A CASTANHA LEVAM À EXONERAÇÃO DIRETOR DO PRESÍDIO.

Mordomias para Castanha custaram o cargo do diretor da Cadeia Pública de Itaituba, Márcio Ferreira.


Custou o cargo de diretor da Cadeia Pública de Itaituba para Márcio Ferreira da Silva, as mordomias concedidas ao empresário Ezequiel Castanha.


A SUSIPE exonerou Márcio, no final da manhã de hoje.

Márcio, que é irmão do ex-vereador Marcos Ferreira da Silva, estava no cargo há alguns anos, tendo resistido a muitas tentativas de apeá-lo do cargo. Mas, agora ele extrapolou e perdeu o cargo.

Castanha teria regalias na Cadeia Pública de Itaituba


A procuradora da República, Janaína Sousa, está em Itaituba para apurar acusações de que o empresário Ezequiel Castanha estaria contando com regalias dentro da Cadeia Pública, onde está preso.

Considerado o maior desmatador do Brasil, há acusação de que Castanha teria TV em cores, celular e até uma bicicleta ergométrica para se exercitar.

Nem a procuradora, nem o diretor da cadeia pública de Itaituba quiseram falar com a imprensa.

Castanha continua alimentando o noticiário nacional.

Ainda ontem saiu uma matéria grande publicada pelo maior jornal escrito do país, a Folha, a destacando a atuação dele e informando que a multa pelos crimes cometidos pode chegar a R$ 500 milhões e pode pegar uma pena de até 40 anos.

Em um dos trechos da entrevista, a Folha destaca uma declaração feita por Ezequiel Castanha, ano passado, em uma entrevista concedida ao Globo Rural.

“Se nós não desmatássemos, não existiria o Brasil. Não existiria nada”

Postado por José Parente de sousa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o site Talento Noticias não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!