Páginas

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

A matemática da traição ao presidente do PP

A candidatura a deputado federal de Gerson Peres (PP) bateu na trave.
Traidores e traído
TRAÍDORES  E TRAIDO
Ele ficou na primeira suplência da coligação União pelo Pará, que elegeu 7 candidatos, entre os quais o santareno Chapadinha (PSD).
E foi justamente para o empresário Chapadinha, por exatos 1.599 votos, que o nº 1 do PP no Pará perdeu a vaga.
Em Santarém, a votação de Gerson Peres caiu em relação a 2010.
Naquele ano, com 1 vereador (Gerlande Castro, hoje no Solidariedade), o cacique estadual do PP obteve 1.567 votos.
Agora, apesar da bancada do partido dobrar, a votação de Peres caiu para 1.173 votos.
Reflexo da traição perpetrada pelos vereadores Luiz Alberto e Nicolau do Povo, que fizeram campanha para o candidato do DEM Nélio Aguiar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o site Talento Noticias não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!